Arquivos do Blog

Entrevista exclusiva com September!

Depois de algumas tentativas, eu, Eduardo Fernandes, enfim, consegui entrevistar Petra Marklund, mais conhecida como September, para o fã site “September Brasil”.

Estou muito feliz e orgulhoso pela conquista. Gostaria de agradecer à Victoria, que fez a ponte até September, à Catchy Tunes, que enviou as perguntas diretamente à September e nos retornou com tanta rapidez e, principalmente, à September, a razão deste espaço existir. Curtam a seguir!

A Entrevista

Olá, Petra! É um prazer imenso conversar com você por meio desta entrevista. Eu sou Eduardo Fernandes, criador do maior fã site dedicado a você no mundo, o September Brasil. https://septemberbrasil.wordpress.com/

Eu vou fazer algumas perguntas. Quaisquer respostas serão bem-vindas. Estamos esperando há bastante tempo!

 Então, vamos lá!

September BrasilSeptember, faz mais de dois anos desde que você conseguiu um grande reconhecimento internacional com os singles “Satellites” e “Cry for You”. Qual é a sua relação com essas músicas hoje em dia? Já se cansou ou, não, elas nunca envelhecem?

September: Ei! Não, elas são parte de mim, e toda vez que eu vejo as pessoas felizes enquando as canto, acho incrível!

September Brazil: “Mikrofonkat” não foi nada menos do que grande em seu país este ano. O single já é listado como um dos 40 maiores hits da história por aí. Você acha que o mundo entendeu seu som antes do que seu país natal? Como é ter um país inteiro olhando para você agora?

September: É meio estranho… Mas ótimo! É bom poder sair em turnê no meu país também… E, ainda,minha família pode ver o que eu faço um pouco mais!

September Brazil: Petra, você é bonita, feliz e jovem. Deve ser um pouco difícil lidar com o assédio de fãs e da imprensa sueca… Mas, o que você gosta de fazer quando não está cantando em seus concertos ou na TV?

September: Eu gosto de encontrar meus amigos e minha família… Mas eu amo meu trabalho. É realmente o que eu quero fazer a todo tempo, mesmo quando estou livre pra qualquer outra coisa.

September Brazil: Você tem ídolos na música? Sabe alguma coisa sobre a música brasileira?

September: Eu gosto de muitos artistas, mas não tenho nenhum ídolo como quando era mais nova… Eu sempre gostei de Kylie e Madonna.

O Brasil é um ótimo país , com música e dança, mas não sei muito sobre a música, exceto por um amigo músico que tenho, chamado Felipe Neves. Hehe!

September Brasil: Love CPR, seu novo álbum, já é platina na Suécia. Como foi o processo de composição?

September: O processo foi divertido. Demorou um ano e eu viajei entre Reino Unido, Suécia, Dinamarca e Finlândia. Uma das melhores partes do meu trabalho é escrever!

September Brazil:  Um pequeno pedaço de “Breath With Me” apareceu num comercial antes de o album ser lançado, mas não fez parte do Love CPR. Apesar de pequeno, aquele pedacinho de música soou promissor e capturou a atenção de muita gente. Quando poderemos ouvir a música inteira? A gente gostou demais!

September: Haha! Isso é engraçado! A gente fez aquele clipe e, pra ser sincera, eu estive tão aterafada que não tive tempo de acabar aquela música. Mas um dia eu vou. É uma promessa! Eu realmente gosto dela…

September Brazil: No novo album, você decidiu trabalhar com novos talentosos produtores e compositores. Os dois singles, o brilhante “Resuscitate me”  e o festivo “Party in My Head” são dos mesmos caras, Wayne Hector, Lucas Secon, Cutfather and Jones Jeberg.Como foi a experiência de trabalhar com eles? Vocês vão fazer parceria de novo um dia? 

September: Eu penso que vamos trabalhar juntos de novo, sim. Eles são ótimos escritores!

September Brasil: O grande time clássico formado por Anoo Bhagavan, Jonas von der Burg and Niklas von der Burg, responsáveis por seus grandes hits, trabalhou de novo no novo álbum, e criou junto a você as já adoradas “Walk Alone” e “Something’s going on”, e a divertida “Bump and Ride”. Esse time vai nos dar mais músicas geniais, não é?

September: Essa é a minha pequena família. Claro que vamos fazer mais músicas juntos! 🙂

September Brasil: Quais são as suas músicas favoritas do Love CPR? Por quê? Há alguma especial?

September: “Music”. Eu estava muito bem quando a escrevi. Ela veio num segundo. É uma música que explica o quanto eu amo o que eu faço.

September Brasil: Quando vamos ver os vídeos de “Party in my Head” e “Me and My Microphone”? O director vai ser o mesmo de “Resuscitate Me”?

September: Os vídeos vão estar prontos em breve. É tudo que posso dizer… Excitante!

September Brasil: Você tem músicas clássicas, que são favoritas entre os fãs, mas que não se tornaram singles, como “Rest In Peace” e “Leave it all Behind”. A escolha dos singles parece ser bem difícil, não é? “Walk Alone”, “My Emergency”, “Something’s going on” ou “Heat Rising” vão ter a chance de conquistar o mundo? Elas são geniais!

September: Eu acho que todas elas são músicas fortes. Pra ser honesta, eu amaria lançar todas como singles!

September Brazil: O que você pensa sobre o Brasil? Você vai vir aqui um dia? O sol, o povo bonito e principalmente os seus fãs estão esperando por esse dia!

September: Eu adoraria ir aí e cantar para vocês! Eu acho que é um dos países mais lindos. Espero conseguir um concerto no Brasil logo logo!

September Brazil: Você sabe, nós, fãs, estamos sempre ansiosos pra ouvir coisas novas. Existe algum plano de lançar um novo álbum no próximo ano?

September: Eu vou lançar o próximo álbum quando sentir que ele estiver bom. Não tenho nenhum plano especial além disso…

Agora é a vez das perguntas dos fãs escolhidas na comunidade “September Brasil Oficial”.

Luiz: Por que escolheu a música? Quais são suas influências?

September: Eu acho que foi por causa da minha família. Eles me introduziram na música quando eu ainda era bem jovem e não parei mais de cantar! Quando crianças, meus maiores ídolos eram Mariah Carey e Michael Jackson.

Luiz, Jonas and Alice: Você gostaria de fazer um dueto com algum artista? Para Alice, uma das fã, Agnes poderia seria uma boa escolha.

September: Sim! Eu adoraria fazer uma música com alguém… Talvez Jay-Z! Seria um sonho se tornando realidade. 🙂

Jonas: Muitos artistas hoje em dia têm como objetivo atingir o topo do mundo sem se preocupar muito com a qualidade de suas músicas. Qual é a importância disso para você?

September: Não se deve fazer algo pela fama ou dinheiro. Tem que se amar o que se faz. É bem óbvio quando você faz uma música pelos motivos errados…

Obrigado pela entrevista! Nós realmente adoramos sua música e damos suporte ao seu sucesso!

September continua divulgação de “Party in my Head” na Suécia

Há duas semanas “Party in my Head” estreou numa modesta 60ª no Swedish Singles Chart. Motivo de preocupação? Que nada! A música subiu para 32ª na segundo semana e vem mantendo boas colocações nas prévias da atual, muito devido às apresentações em canais suecos como esta a seguir. Reparem na nova edição – mais instrumental – do bridge da música.

Um clipe para “Party in my head” deverá ser lançado em agosto, e promete impulsionar ainda mais as vendas do single, que ainda estão um pouco acanhadas, se comparadas às dos supersucessos “Mikrofonkat” e “Karlekens Tunga”.

Party in my head – AO VIVO!

Depois de mais um mês como single, Party in My Head enfim foi apresentada por September num programa de TV sueco. E melhor: sem o uso de autotune, como acontece na versão álbum, e totalmente ao vivo. Valeu a espera.

Além do novo single na Suécia, a multiplatinada Mikrofonkat foi perfomada mais uma vez, mas agora com um coral masculino muito original e engraçado.

Confira a apresentação das músicas ao vivo:

Breath With Me

“Breath With me” foi citada por September em seu twitter. A cantora perguntou aos seus seguidores se a  faixa deveria ser incluída na tracklist do novo álbum. Alguns fãs estão a confundindo com “Breathe”, parceria com o DJ Schiller. Mas, as duas músicas são DIFERENTES, e nada tem a ver uma com a outra! A nova música foi produzida por Niklas King, um dos responsáveis por várias canções da cantora belga Kate Ryan.

Você pode ouvir trechos aqui:

http://www.dn.se/webbtv/kultur-noje/folj-med-september-in-i-studion-1.1228810

Singles da era Love CPR

O primeiro single do novo álbum, Love CPR, foi a super grudenta e complexa “Resuscitate me”. A música foi lançada na Suécia e alcançou apenas a 43ª posição, devido à falta de promoção e ao sucesso dos covers suecos apresentados por September no programa “Så mycket bättre”. Talvez o single ganhe vida nova no início de 2011.

Já citados acima, os covers de músicas clássicas de seu país foram a cartada perfeita de September. Mikrofonkat, música de um cantor sueco chamado Petter, alcançou o primeiro lugar nos charts. Foi a primeira vez que September chegou ao topo. A canção está há 4 semanas em primeiro lugar e, se tivesse ainda tempo neste ano, poderia se tornar o single mais vendido de 2010.
Uma versão em inglês, Me and My Microphone, foi feita para atender o mercado europeu, especialmente o Reino Unido. A música deverá ser lançada como o primeiro single do Love CPR por lá.
Além de Mikrofonkat, “Karlekens tunga”  tornou-se o segundo single do programa a alcançar o TOP 10 na Suécia. A música está na sexta colocação nos charts. Merecido. O clima retrô e os sintetizadores melancólicos, combinados à voz de September – que vem crescendo a cada dia – tornam a música um sucesso.

Love CPR terá 20 músicas

O tão aguardado 4º álbum de estúdio da cantora sueca, September, terá nada mais nada menos do que 20 músicas. O álbum, que já está disponível na pré-venda do Itunes sueco, trará músicas inéditas e também as apresentadas no programa Så Mycket Bättre. É esperar até o dia 14 de fevereiro, data de lançamento.


1. Party In My Head
2. Resuscitate Me (Radio Edit)
3. Something’s Going On
4. Intimate Connection
5. Heat Rising
6. Walk Away
7. Ricochet
8. Hands Up
9. Me & My Microphone
10. Music
11. My Emergency
12. Walk Alone
13. White Flag
14. Bump and Grind
15. Baksmälla (feat. Petter)
16. Kärlekens tunga
17. Mikrofonkåt
18. Vem ska jag tro på
19. Teddybjörnen Fredriksson
20. Nobody Knows

Atualização: Breath With Me, música composta junto com um dos produtores da Kate Ryan, deverá ser incluída na tracklist ou como b-side de algum single.